Salário do inspetor de solda N1

Antes de mostrar o resultado de minha antiga pesquisa sobre o salário do inspetor de solda N1, preciso fazer certas considerações gerais sobre esta questão.
  • Em primeiro lugar, é natural que os inspetores mais experientes ganhem mais que os inspetores recém qualificados. Portanto, não espere que é só qualificar-se que terá direito a receber todo o montante que os inspetores “exemplo”. Basta se lembrar da diferença salarial que existe no futebol, com super craques como o Neymar e um de seus colegas de profissão.
  • Em segundo lugar, há também diferença de remuneração entre os diferentes postos de trabalho. Um inspetor que trabalha no “trecho” ganha mais que um inspetor de fábrica. Essa é uma questão razoável já que inspetores de fábrica geralmente trabalham onde moram, perto de suas famílias, amigos, perto de lazer etc.. enquanto que o inspetor de “trecho” precisa de se deslocar e morar longe de sua família etc para trabalhar. Além disso, é razoável esperar que determinados estados ou países paguem melhor pelo trabalho do inspetor de soldagem.
  • Outro ponto a observar é que inspetores que trabalham “offshore” ganham em torno de duas vezes mais que seus colegas de profissão que ficam somente em terra. É claro que a legislação favorece o trabalhador offshore, mas a verdade é que é um serviço mais importante e crítico, necessitando assim dos melhores profissionais.
  • Temos também que lembrar dos adicionais. Por exemplo, inspetores que trabalham a noite recebem em torno de 25% a mais que aqueles que trabalham de dia (adicional noturno).
  • Outros fatores são mais sutis, porém podem ajudar (ou atrapalhar) o inspetor de solda na hora de concorrer a uma vaga. Inspetores que se comunicam em inglês tem a tendência a receber as melhores propostas de trabalho, geralmente de grandes obras de multinacionais que possuem participação de funcionários estrangeiros e, portanto, existe a necessidade do inspetor de escrever (e-mails ou relatórios) ou falar em inglês.
  • Vale lembrar que não existe um piso salarial ou um teto para o inspetor de soldagem. Embora exista uma tentativa de formação de um sindicato de inspetores de qualidade, este ainda não ganhou o respaldo dos próprios inspetores.
  • Na prática, a formação do salário de inspetor depende da oferta e da procura de inspetores, ou seja, caso haja mais procura por inspetores que o mercado precisa o salário sobe (pois há concorrência entre as empresas) e o inverso também é verdadeiro. Isso explica um pouco da desunião dos inspetores e porque muitos inspetores não recomendam sua profissão aos outros(ou mentem sobre seus próprios salários rsrs).
  • E para finalizar as questões gerais, inspetores que têm mais de uma qualificação, como por exemplo a de líquido penetrante(LP) ou partícula magnética(PM), levam vantagem em alguns serviços e geralmente recebem um salário melhor por isso(ou seja, quando essas qualificações são utilizadas pelo empregador)
Em vista dos pontos acima levantados e respondendo a primeira pergunta, é fato que não existe um salário fixo para o inspetor de soldagem.

Dessa forma fiz uma pesquisa entre inspetores de soldagem N1, uma pesquisa qualitativa e sem a intenção de ser representativa, com o objetivo de estimar o quanto os inspetores ganharam em 2014 e identificar padrões nessa renda.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa constituiu-se da obtenção de informações de salário, experiência profissional e número de qualificações de 19 inspetores de soldagem N1 qualificados pela FBTS. As seguintes premissas foram assumidas para efetuar a compilação dos dados obtidos e sua análise:
  • Quanto ao salário, foi considerado apenas o salário bruto, isento de benefícios(plano de saúde, vale alimentação etc..) e custos(moradia fora com a mudança de cidade – caso aplicável, carro etc..)
  • A quantidade de anos de experiência refere-se à experiência como inspetor de solda N1, sendo desconsiderada toda outra experiência para fins de cálculo. Essa experiência foi arredondada para o inteiro mais próximo com o objetivo de simplificação do estudo.
  • Quanto a qualificações, foram consideradas qualificações nacionais: FBTS, ABENDI, SEQUI e cursos superiores em engenharia ou tecnólogo afins. Ensino médio, técnico(mesmo que em soldagem) ou qualificações internacionais não foram considerados para fins de contagem de qualificações. Todos os profissionais consultados eram N1 qualificados conforme FBTS.
  • A região de referência é a residência declarada.
  • Não foi considerada a influência do inglês, do local de trabalho(embarcado ou não) ou o período de trabalho(noturno ou não) assim como quaisquer outros adicionais – periculosidade e confinamento por exemplo.

Resultados

O maior salário de 2013 foi de R$13500,00/mês referente a um profissional com 5 anos de experiência e 3 qualificações.

O menor salário foi de R$4000,00/mês referente a um profissional com apenas 1 ano de experiência e somente a qualificação N1 da FBTS.

A média aritmética (ou per capita) de todos os salários foi de R$7901,63.
Por   regiõesN° de   profissionaisRenda média
Sul2 R$     8.250,00
Sudeste10 R$     7.748,60
Nordeste6 R$     8.524,17
Centro-oeste1 R$     5.000,00
Norte0N/A

Experiência   totalRenda média
1 ano(Junior) R$                5.250,00
2 e 3   anos(Pleno) R$                6.775,00
4 e 5 anos(Senior) R$                9.083,10
N° de   qualificaçõesRenda média
1 R$                6.748,25
2 R$                8.182,78
3 R$              11.250,00


Salário do profissional de nível superior (Referência 2013)

De acordo a Revista Ensino Superior, o salário médio de quem tinha nível superior foi R$4135,06 e este valor chega a ser 219,4% superior aos dos trabalhadores com menos estudo.

O inspetor de solda N1, mesmo tendo menos estudo, pode ter uma remuneração bem superior daqueles que estudaram mais tempo.

Conclusão

Comparando-se as médias acima com a média salarial do resto dos trabalhadores, assim como com os salários de profissionais de nível superior, conclui-se que a inspeção de soldagem é uma profissão bastante recompensadora. Não esqueça que esta profissão requer muito estudo para se passar nas provas de qualificação.

Ainda sobre a fase de qualificação do inspetor de soldagem devo fazer uma ressalva. A qualificação custa caro (milhares de reais), as provas demoram a ser aplicadas e são muito difíceis. Muito mais do que apenas testar seu conhecimento, as provas testam sua atenção e autocontrole com uma série de “pegadinhas” feitas para te derrubar. A FBTS pelo seu lado não ganha um centavo a mais pela sua qualificação, e por isso, parece se esforçar para reprovar os candidatos.

Posso pessoalmente afirmar que estamos precisando de bons profissionais no mercado. Falando pelo empregador/empresas, precisamos de profissionais competentes, qualificados que dominem a sua técnica de inspeção e que tenham boa capacidade de comunicação (escrita e oral) em português e, preferencialmente, também em inglês. E posso assegurar que estamos muito carentes desses profissionais.

No entanto, preciso ressaltar também que o mercado está ficando mais competitivo e mais difícil de entrar, mesmo para quem tem QI(quem indica) pois as empresas exigem cada vez mais qualificações para efetuar a contratação. Outro ponto importante é que os salários dos inspetores tem a tendência de cair com a maturação do mercado ou a diminuição do número de obras no país, apesar de ainda serem vantajosos hoje.

Você que está querendo entrar no mercado agora e não tem experiência, ou às vezes tem experiência mas em área não correlata a soldagem, vai entender da dificuldade que estou falando. Procure fazer cursos e desenvolver as habilidades que são reconhecidamente úteis para os empregadores, pois isto irá aumentar a sua empregabilidade.

Cursos de inglês e word / excel avançado são essenciais para todos os profissionais e a falta desses cursos em seu currículo pode representar sua eliminação prematura de uma seleção para uma vaga de estágio, por exemplo. Até mesmo inspetores qualificados podem ser desconsiderados para uma vaga na presença de um outro mais preparado (eu mesmo faço isso o tempo todo). Portanto minha dica é que você esteja preparado antes de a oportunidade aparecer.  Obrigado pela atenção!

Comentários

Sobre...


Apaixonado por soldagem, Gelson Luz é Engenheiro Mecânico especialista em Soldagem. Pesquise por "Gelson Luz" no seu buscador preferido para saber mais.
Nome

Documentos-Técnicos,1,Inspeção,18,Processos-de-Soldagem,9,
ltr
item
Soldagem: Salário do inspetor de solda N1
Salário do inspetor de solda N1
https://1.bp.blogspot.com/-BlRi95i0CT0/W6vgsuVEF5I/AAAAAAAAGXo/wvpT8xAL2ZEbA0ogkkteLrcngnCoeLgDgCLcBGAs/s320/Salario-do-inspetor-de-soldagem.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-BlRi95i0CT0/W6vgsuVEF5I/AAAAAAAAGXo/wvpT8xAL2ZEbA0ogkkteLrcngnCoeLgDgCLcBGAs/s72-c/Salario-do-inspetor-de-soldagem.jpg
Soldagem
https://www.soldagem.gelsonluz.com/2018/09/salario-do-inspetor-de-solda-n1.html
https://www.soldagem.gelsonluz.com/
http://www.soldagem.gelsonluz.com/
http://www.soldagem.gelsonluz.com/2018/09/salario-do-inspetor-de-solda-n1.html
true
1929823292235266703
UTF-8
Todos os artigos foram carregados Não encontrei nenhum artigo. Ver todos Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Artigos Ver todos Recomendado para você TAGS Arquivo Procurar Todos os artigos Não encontrei nenhum artigo para sua pesquisa Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir Este é um conteúdo exclusivo Passo 1: Compartilhe. Passo 2: Clique no link que você compartilhou para desbloquear Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a memória Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy